segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Artigo discute a repressão preventiva na Argentina e a criminalização dos Movimentos Sociais


Lisandro Braga, historiador e sociólogo, analisar as lutas de classes na Argentina focalizando a questão da repressão preventiva dos jovens oriundos do lumpemproletariado. Segundo o autor, "O propósito desse artigo é discorrer sobre as múltiplas determinações que envolvem a tríplice lumpemproletarização-criminalidade-repressão policial na Argentina contemporânea, dando destaque aos diversos casos de execução sumária efetuada pela polícia sob a alegação de disparo acidental ou morte oriunda do enfrentamento. Esses episódios ficaram denominados na Argentina de gatillo fácil e fazem parte da cotidianidade dos bairros pobres desse país há mais de duas décadas. Para compreendermos essa tríplice em sua totalidade social é necessário recorrermos ao processo histórico de construção de uma nova realidade socioeconômica e cultural, tanto em escala mundial, quanto em escala local. Acreditamos que essa nova realidade é assinalada pela constituição do regime de acumulação integral, do Estado neoliberal que o acompanha e o torna regular e do neoimperialismo que busca universalizá-lo (VIANA, 2009)".

Trata-se de uma importante contribuição para a análise das lutas sociais na Argentina. Confira acessando o texto clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Capa da Revista

Capa da Revista
Sociologia em Rede, 02